Atendimento...
Postado por Maha - | Categorias: , ]

Acredito que todos algum dia já passou pelo inferno de ligar para um  tele-atendimento de qualquer serviço. É um verdadeiro saco ter que aguentar a sistemática de trabalho de alguns serviços de telemarketing. 
Não podemos esquecer que no outro lado da linha tem um ser humano, que está trabalhando e seguindo às regras do sistema e não tem culpa da forma como as informações são obtidas e tratadas ou pra onde a nossa ligação será redirecionada. Mas que é um pé no saco isso é.
Essa semana passei por isso quando liguei para o atendimento da operadora do meu celular. Nada demais, não passei nervoso, aliás, fui muito bem atendido e meu problema solucionado de forma rápida. Mas isso não acontece sempre.
Já desenvolvi sistema de gestão para tele-doações e todo o processo foi acompanhado por gestores de telemarketing que são profissionais da área. Por isso sei como tudo funciona, mas também sei que existem os atendentes que estão putos da vida ou que simplesmente não estão afim de atender, nesses casos derrubam propositalmente sua ligação ou a deixam em espera (nem todos fazem isso porque há uma contagem de tempo para o atendimento), mas realmente é assim que acontece.
Em todo caso e mesmo que estejamos putos da vida ou nervosos, não podemos esquecer que o atendente segue um roteiro pré estabelecido e que nem sempre tem livre arbítrio para alterar ou pular determinadas fases no processo. O negócio é relaxar mesmo...
Isso me lembrou um vídeo demonstrando de forma bem engraçada o sufoco que nós passamos ao ligar para um tele-atendimento. Espero que gostem!


Maha

2 Comentário(s), faça o seu também!!!

Daniela Figueiredo disse... @ 1 de setembro de 2009 00:30

Já troquei de operadora de celular (a Brasil Telecom) devido aos péssimos atendimentos, era constante, eles nunca resolviam o meu problema, dizendo que era responsabilidade de outro setor, ou seja, ficavam me passando de ramal a ramal até cair a ligação. Nem me importei com os bônus que tinha, tamanho o horror que peguei da operadora. Lembro do prazer que tive ao dizer para a menina da loja que queria desbloquear meu celular para colocar o chip da outra operadora, e enfrentei fila para o tal pedido! Vingativa, né? hehehe.
Este post me lembrou de uma reportagem que li na Revista Piauí, nº 32, que um amigo divulgou no blog dele. A reportagem é "O Diário de Bárbara Pina", e conta a história de uma menina pobre, que trabalha com telemarketing e passa o maior sufoco para trabalhar e estudar ao mesmo tempo, morando longe e, de vez em quando, sem dinheiro até para almoçar. Sabemos que quem está do outro lado da linha não tem culpa pelas normas da empresa, e muitas vezes eu me pergunto se estas reclamações são realmente ouvidas por quem é responsável pelas mudanças. Não é fácil para ninguém. Imagine a energia negativa que esses atendentes recebem por passar o dia inteiro ouvindo reclamações!
Bom, fazia tempos que não comentava aqui, mas quando resolvi comentar não parei de falar, pra variar um pouco.
Bjos da tagarela.

Maha disse... @ 1 de setembro de 2009 14:32

Daniela, conheci pessoas que trabalharam em teles e tiveram que passar por psicologos. Dependendo do setor é pura crueldade mesmo.

bjs tagarela!

Postar um comentário

Faça seu comentário, será bem vindo!
Todos os comentários serão moderados, então por favor não escreva ofensas ou faça alusões a qualquer tipo de preconceito.

Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.

Posts Relacionados