Perder é ganhar por muito menos
Postado por Maha - | Categorias: ]

“Um dia um homem já de certa idade foi pegar um ônibus. Enquanto subia, um de seus sapatos escorregou do seu pé e caiu para o lado de fora. A porta se fechou e o ônibus partiu. Ao ver que seria impossível recuperar o pé de sapato perdido, o homem tranqüilamente retirou o seu outro sapato e jogou-o pela janela”. 

Um rapaz no ônibus, vendo o que aconteceu perguntou : 
- Notei que o senhor fez. Porque jogou fora o seu outro sapato? 
O homem prontamente respondeu: 
- De forma que quem encontrar seja capaz de usa-lo. Provavelmente apenas alguém necessitado dará importância a um sapato usado encontrado na rua. E de nada adiantará apenas um pé de sapato”. 
O homem mostrou ao jovem que não vale a pena agarrar-se a algo simplesmente por possuí-lo e nem porque você não deseja que outro o tenha. 

Como o homem da história , nós temos que aprender a desprender . Alguma força decidiu que era hora daquele homem perder seu sapato. Perdemos coisa o tempo todo, inicialmente pode parecer injusto, mas essa perda acontece de modo que mudanças possam acontecer em nossas vidas, na maioria das vezes positivas. 

Acumular posses não nos faz melhor e nem faz o mundo melhor. Todos têm que decidir constantemente se algumas coisas devem manter seu curso em nossa vida ou se estariam melhor com outros.
AD

4 Comentário(s), faça o seu também!!!

Publicitaria Hiperativa disse... @ 24 de abril de 2009 16:58

Isso porque o sapato era velho sem valor. Queria ver se fosse um sapato novo com pedras de diamantes. Rsrsrs. Desceria do ônibus na hora! E vem cá porque ele não desceu, hein?

Babo disse... @ 25 de abril de 2009 01:52

Lindo texto.

Abs,

Babo

Maha disse... @ 25 de abril de 2009 10:08

Publicitária: Ele não desceu pq o sapato wera velho mesmo, haahahahaha pq se fosse de diamante com certeza ele desceria, rsrsrsrs

bjsse bom final de semana!

Babo: É uma bela reflexão sim.

Abraços

Daniela Figueiredo disse... @ 25 de abril de 2009 13:05

Oi, Maha. Tem aquele ditado: "Se você mantém o que é velho, o novo não tem espaço para se manifestar." E assim vamos acumulando diversas coisas que não são úteis, estagnando a energia. Mas quando estas coisas têm utilidade, têm um papel na nossa vida, o desapego fica bem mais difícil. Somos possessivos por natureza, mas na vida precisamos aprender a ceder e a nos desfazer de certos valores quando necessário. Beijos.

Postar um comentário

Faça seu comentário, será bem vindo!
Todos os comentários serão moderados, então por favor não escreva ofensas ou faça alusões a qualquer tipo de preconceito.

Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.

Posts Relacionados