O Dia do Casamento
Postado por Maha - | Categorias: ]

Hoje é o meu grande dia! Vou casar!!!!


Putz, vou casar??!!
Será que estou preparado? Será que quero isso para minha vida?
Olho pra minha roupa que já está pronta sobre a cama e penso no passo que vou dar em minha vida.

Minhas noitadas com os amigos, minha liberdade de ir e vir sem dar satisfações e todas as mulheres que deixarei de conhecer e compartilhar suas camas. Vou ter que abandonar todas as coisas que sempre busquei a troco do quê? Ah, sim... Porque amo minha noiva, a mulher que vai ser a mãe dos meus filhos.

Continuo meus preparativos quando olho pela janela e vejo uma tremenda loira, daquelas de fechar o comércio. Fico olhando enquanto ela desfila sua beleza, seu andar me alucina e seu rosto é de um anjo querendo fazer travessuras. Ela olha em minha direção, será que olha pra mim? Não pode ser. É, ela olhou pra mim. Soltou um belo sorriso e continuou andando. Mais alguns passos e novamente vira seu olhar em minha direção, outro sorriso maroto e sensual, retribuí, é claro, foi automático.

Ela entra num café e senta-se ao lado de fora, está só.

Fiquei observando-a enquanto meu pensamento estava a mil. Que merda!! O que estou fazendo aqui parado olhando pra ela? A hora esta passando e eu nem pronto estou. Se bem que Eu poderia ir lá conversar um pouco, estou precisando... E por outro lado, não tive minha despedida de solteiro, poderia fazer uma agora. Não, não sei se é uma boa ideia.

Começo a divagar em meus pensamentos enquanto acerto minha gravata. Cara! Vou passar o resto da minha vida ao lado da mesma mulher!!! Não tinha pensado nisso!
Tudo aquilo que Eu falava do casamento de meus amigos é justamente o que vai acontecer comigo.
Como poderei Eu, logo Eu, passar o resto de minha vida vendo apenas uma “perseguida”, usando e sendo usado por uma mulher, e o pior, a mesma! Puta que pariu!!! Que graça isso vai ter? Nenhuma!!
Onde estava com cabeça quando a pedi em casamento.? Estava tão bom, cada um na sua casa, sexo todos os dias e sem precisar pedir ou gastar por isso. Nas brigas era fácil, ela ia pra sua casa e pronto. Quantas vezes não menti, dizendo ficar em casa e na verdade ia pra casa da outra. Como farei isso depois de casado?

Não sei não, acho que me meti numa fria e nem sei como isso aconteceu. Deve ter sido aqueles goles de vinho a mais que tomei.

E agora, o que vou fazer? Vou ou não atrás daquela loira que praticamente me convidou a ir ao seu encontro? Será que essa loira foi enviada pelo capeta pra tirar minha convicção em casar?
Se foi, ele acertou em cheio! Eita capetinha gente boa.

Se Eu for pro inferno, vou abraçá-lo, afinal de contas pra quem está lá não custa nada né.

Maha (Texto original)

5 Comentário(s), faça o seu também!!!

Juliana Sena disse... @ 8 de fevereiro de 2009 14:38

Maha

Adorei o texto!!!

bjs

Murilo disse... @ 8 de fevereiro de 2009 14:52

Cara! hilário!!

Vou sacanear uns amigos.. heheh

flw

Anônimo disse... @ 9 de fevereiro de 2009 11:00

hahaha

Eu caia de boca na loira!!

Que casamento que nada.

vlw

Daniela Figueiredo disse... @ 21 de março de 2009 02:21

É, passar a vida ao lado da mesma pessoa, abdicando de muitas coisas por ela, assusta! Mas também assusta - quando estamos apaixonados - NÃO ter esta pessoa por perto, NÃO ter nem a possibilidade de fantasiar "que seja eterno".
Quanto à loira? Essa foi passageira, apenas um tira-gosto (no mais cruel vocabulário). A noiva era especial.
Beijos (hoje acordei romântica).

Maha disse... @ 21 de março de 2009 11:31

Daniela: Concordo contigo em tudo. Até achei sacanagem que ele fez com a noiva tadinha dela, mas fazer o quê? a vida tem dessa mesmo. E acordar romântica é sinal de qaue está tudo em seu lugar, não é? mil bjss

Postar um comentário

Faça seu comentário, será bem vindo!
Todos os comentários serão moderados, então por favor não escreva ofensas ou faça alusões a qualquer tipo de preconceito.

Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.

Posts Relacionados