Namorar com amigo(a) dá certo?
Postado por Maha - | Categorias: ]

Você tem um amigo especial, confidente e que te faz sentir à vontade. Tudo perfeito até que um dia você percebe que há um algo a mais na relação. Será que a amizade pode se transformar em namoro? A resposta para essa pergunta está logo abaixo. Confira!

Para a psicóloga e terapeuta de casais, Margareth dos Reis, um relacionamento amoroso que começa com a amizade pode sim dar certo. “O casal já tem afinidades e confiança”, explica. E para que isso se transforme em um romance, segundo Margareth, faltam apenas o interesse sexual e a vontade de ter projetos a dois.

E justamente a vida sexual pode ser um pouco diferente nos parceiros que surgem entre amigos. “Os casais que se formam por grande afinidade têm características maravilhosas, mas a paixão não vai estar em primeiro lugar”, afirma a terapeuta de casais Claudya de Toledo.

Segundo Claudya, isso não é um fator ruim para o relacionamento, simplesmente não se encaixa no padrão nacional. “O casal tem que entender isso, ser flexível e se desconectar da necessidade de seguir o padrão sexual brasileiro que prega o tesão a mil”, explica Claudya.

Outro cuidado que se deve ter, segundo Margareth dos Reis, é não misturar o que você sabia do outro durante o relacionamento de amizade com a situação atual. “Não dá para trazer tudo da época da amizade. Pois os amigos normalmente confidenciam casos antigos e essas coisas podem se tornar ameaças para a relação atual”, diz.
“Para o homem é essencial ter confiança na mulher. Se ele souber que ela já traiu um ex-namorado dificilmente a relação dará certo. Talvez seja melhor nem tentar”, afirma Claudya Toledo.

Portanto, o melhor mesmo é prestar atenção antes de dizer sobre o seu passado a um amigo. “As mulheres tem que entender que só podem revelar suas intimidades para pouquíssimas pessoas, um confidente, de preferência outra mulher”, aconselha Claudya.

Mudança de papéis
É impossível iniciar um relacionamento quando um dos dois não quer. E se isso acontecer com um casal de amigos, a amizade pode ficar ameaçada. “É difícil manter a amizade quando o interesse de uma das partes é outro”, afirma Margareth dos Reis.

A psicóloga aconselha que nesse caso o apaixonado procure “uma outra turma”. “A pessoa tem que investir, até para saber se vai dar certo, mas tem que ter um limite”, adverte Margareth.

Para a terapeuta Claudya Toledo a melhor forma de ter sucesso nesse tipo de relação é deixar que o homem ataque. “A mulher precisa deixar claro que está sozinha e se fazer atraente para ele”, aconselha. “Se o homem não sentir atração física dificilmente começará uma relação”, completa.

Conexão perigosa
A terapeuta Claudya Toledo acredita que, principalmente, a mulher não consegue retornar à posição de amiga depois de um relacionamento amoroso.

Fonte: 

1 Comentário(s), faça o seu também!!!

Anônimo disse... @ 17 de março de 2011 01:20

muito legal isso é verdade mas tipo que eu nao entendo eu quero amar minha namorada pra sempre mas me falam que nada dura pra sempre pra sempre quanto durar eu descordo disso quando vc tem certeza que amar é essa pessoa vc vai amar ao menos se ela te trair correto mas sei la hoje em dia niguem quer valo pra amo só querem saber de traicao e deixar o proximo tristi issu nao é legal fico muito decpecionado com essa atitudes eu dou mais valo pro amor doque ver uma pessoa que eu nao cinto nada e sim fica pra sempre com aquele que eu amo PS:: lego superstar

Postar um comentário

Faça seu comentário, será bem vindo!
Todos os comentários serão moderados, então por favor não escreva ofensas ou faça alusões a qualquer tipo de preconceito.

Os comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.

Posts Relacionados